Desafio Literário 2015: Caixa de Pássaros - Josh Malerman

Título em português: Caixa de pássaros
Título original: Bird Box
Autor: Josh Malerman
Ano de publicação: 2015
Páginas: 272

Para conhecer o Desafio Literário clique aqui e leia o post. Por lá você também confere todos os itens que já concluí e os links para as devidas resenhas.

Esse foi o escolhido para preencher o item "que tenha sido publicado esse ano", do desafio literário. Ganhei o livro da minha amiga Giorgia, que me visitou em maio e me encheu de mimos.

Orelha do livro/Sinopse: "As portas estão sempre trancadas. Cobertores tapam as janelas das casas. A internet não funciona mais. Nem o telefone. Os sobreviventes não sabem em quem confiar. Não se pode mais sair às ruas sem uma venda nos olhos. Há algo do lado de fora. Algo que não pode ser visto, que enlouquece as pessoas e as leva a cometer atos violentos seguidos de suicídio.
Abrigada com duas crianças, Garoto e Menina, em uma casa abandonada próxima de um rio no Michigan e obrigada a sair sempre com os olhos cobertos, Malorie logo aprende a realizar tarefas, e inclusive a percorrer distâncias mais longas, às cegas. O surgimento de uma misteriosa neblina faz com que ela decida finalmente deixar a casa e embarcar com a família em uma arriscada jornada, de olhos vendados, confiando apenas em sua perspicácia e no ouvido treinado dos filhos. Mas do que eles estão fugindo e onde pretendem recomeçar a vida?
Quatro anos antes, Malorie fez parte de um grupo liderado por Tom, seu amigo leal, e formado por pessoas que não se conheciam, mas que se uniram para resistir ao terror oculto, na tentativa de criar certa ordem a partir do caos. Contudo, quando os suprimentos chegaram perto da escassez, eles foram obrigados a se arriscar do lado de fora e a confrontar a pergunta derradeira: em um mundo que enlouqueceu, em quem se pode realmente confiar?"

O livro prende muito a atenção e cria aquele ciclo infinto: "vou ler só mais uma página". Capítulos depois você ainda está lendo e não consegue parar. A história é muito tensa e agonizante em certas partes, pois assim como os personagens, o leitor também está "cego". Os personagens têm características marcantes e muito diferentes entre eles. Passado e presente são alternados entre os capítulos, mas ao contrário da experiência que tive com outros livros desse estilo, a leitura não é prejudicada. Só tenho elogios à obra, embora o final tenha me deixado com uma sensação de vazio (leiam que entenderão o motivo).

Detalhes do livro





Nenhum comentário:

Postar um comentário